Como devo apresentar o meu novo cão ao meu gato ou gatinho?

Como devo apresentar o meu novo cão ao meu gato ou gatinho?
por

A consideração mais importante quando apresentar um cachorro a um gato é a segurança. Os cães podem ficar muito entusiasmados perto dos gatos, pelo que pode demorar algum tempo até que aprendam a dar-se bem! Se o seu cão continuar a ficar excitado ou agressivo perto do seu gato, após várias tentativas de apresentação, procure aconselhamento profissional do seu veterinário ou de um especialista em comportamento animal.

Se o seu novo cachorro ou cão já está relaxado e confortável na sua nova casa, está na hora de o apresentar ao seu gato. Terá que ser paciente e dar ao seu gato tempo para que se habitue ao novo companheiro, especialmente se o seu gato nunca tiver vivido com um cão antes! Não é pouco comum os gatos reagirem a um novo cão soprando ou tentando bater-lhe, ou então tentando fugir correndo ou escondendo-se.

  • Apresentar um cachorro a um gato pode ser um pouco assustador, por isso o seu papel é ajudar ambos a ficarem calmos na companhia um do outro. Certifique-se que o seu gato ou gatinho está numa área segura, onde o cão não o consiga alcançar, e mantenha o seu novo cão preso com a trela.
  • Recompense o seu cão quando ele ficar calmo e, mesmo que ele ladre muito, mantenha-se calmo.
  • Após cerca de 5 minutos, leve o cão embora e deixe o gato sair da divisão para uma pausa.
  • Apresente-os em sessões curtas de alguns minutos, em diferentes divisões e várias vezes por dia para que se habituem a ver-se a e cheirar-se nas diferentes zonas da casa. Mantenha o seu cão com a trela.
  • Quando estiverem calmos e relaxados, permita ao seu gato sair da sua zona de segurança, mas mantenha o seu cão preso com a trela. Permita que se investiguem mutuamente e dê-lhes muito amor e carinho se eles se tolerarem! Mantenha-se calmo se algum deles se mostrar descontente. Faça isto com frequência, visitando tantas divisões da casa, quanto possível.
  • Supervisione-os até se sentir segura que se vão dar bem e apenas retire a trela ao seu cão assim que tiver a certeza de que eles não irão reagir ou que não vai perseguir o gato. Tenha a certeza que o seu gato tem acesso a áreas onde o cão não o consegue alcançar, e que pode escapar se não se sentir confortável.
  • Separe gatos e cães durante as refeições para que ambos possam comer descansados, sem o risco de roubarem comida um ao outro.
  • Coloque a liteira do seu gato num local de fácil acesso para ele, mas fora de alcance para o cão. Pode não soar bem, mas o seu cão pode seguir o seu instinto e pensar que é uma boa ideia comer o seu conteúdo!
  • Certifique-se que o seu gato tem muitas oportunidades de perseguir e caçar brinquedos em movimento para que o seu cão possa relaxar sem ter medo de ser atacado por um gato caçador.

Não se preocupe se o seu cão e gato não ficam os melhores amigos. Os gatos são, com frequência, naturalmente independentes e podem simplesmente ignorar o seu cão, mesmo que tenham aceite a sua presença. Com o tempo, no entanto, a maioria dos cães e gatos que vivem juntos, tornam-se amigos, ainda que de acordo com as regras impostas pelo gato! Desde que cada um tenha o seu próprio espaço, com zonas livres de cão para o gato, tudo deverá correr bem.
Fonte: Purina

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *